Visite-nos
Rua Amazonas, 40 Bairro Santa Inês Três Pontas, MG (saiba como chegar)
Contato: (35) 3265-1041
Liturgia diária
Evangelho: 3ª-feira da 24ª Semana do Tempo Comum
Santo: São Januário

CANTOS

ENTRADA

1-A TI MEU DEUS

A Ti, meu Deus, cantem os homens louvor;
ao teu amor respondam com mais amor.

1. Senhor, a Tua Igreja somos nós * numa só voz, * é teu tudo o que somos e o que temos * e aqui vimos * para adorar.

2. Senhor, a graça imensa de viver * sem merecer, * a graça de ser filho e de te amar, * vamos louvar * e agradecer.

3. Da culpa tantas vezes repetida * em nossa vida, * Senhor, a tua Igreja militante * quer neste instante * pedir perdão.

4. Senhor, no sofrimento e na alegria * de cada dia, * ajuda-nos a amar o que é melhor, * e o teu amor * aumente em nós.

2-CAMINHO É NOITE ESCURA

1. Caminho! É noite escura, / mas oh! Feliz ventura
Sair, indo à procura do amor, / do meu Amado!…
Na escuridão velada, / estando a alma sossegada,
E a vida pela fé guiada, / em paz subirei!

No cimo deste monte / só tu, meu Deus ó perfeição, fartura de graça e bens / ao povo teu!
Ó cristalina fonte, / só tu, amor e comunhão
no altar a mim tu vens / ser meu céu!

2. Ó noite que me guia, / mais clara que o dia,
A alma já vazia / dos bens, livre em seu nada!…
Avanço, então, sem medo: /
é Deus agora o meu Segredo,
Caminho a Luz, Sombra e Rochedo /
que firma meus pés!

3. No peito meu florido, / em paz os meus sentidos,
o Amado adormecido / se faz Rei e Senhor!
Meu rosto eu reclino / sobre o seu Ser – feliz destino:
Fazer da vida um belo hino, / todo em Seu louvor!…

ACLAMAÇÃO

3- QUEM É O MAIOR

Aleluia, quem é o maior?
Aleluia, quem se faz menor.

Um dia perguntaram a Jesus: “Senhor,
lá no céu quem é o maior?”
Mostrando a criancinha, Cristo respondeu:
“Quem se faz assim menor”.

4- FELIZES OS QUE OUVEM

/:Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia!:/
Felizes os que ouvem a palavra do Senhor.
Felizes os que a vivem fielmente no amor!

OFERENDAS

5- UM CORAÇÃO PARA AMAR

1. Um coração para amar,/ pra perdoar e sentir
 para chorar e sorrir / ao me criar tu me deste.
 Um coração pra sonhar,/ inquieto e sempre a bater,
 ansioso por entender / as coisas que tu disseste.

Eis o que eu venho te dar, eis o que eu ponho no altar.
Toma Senhor que ele é teu. Meu coração não é meu.

2. Quero que o meu coração,/ seja tão cheio de paz
 que não se sinta capaz, / de sentir ódio ou rancor.
 Quero que a minha oração,/ possa me amadurecer,
 leve-me a compreender / as conseqüências do amor.

6- SENHOR DEUS, AMADO MEU

1. Senhor Deus, Amado meu,
Se Te recordas dos meus pecados,
Faze neles Tua Vontade,
Exercendo Teu perdão, bondade!
Não tardes, não mais esperes, / ouve esta prece,
E toma as moedinhas – pequenez, fraqueza,
Mas dá-me o Bem Maior – Cristo Jesus,
meu Salvador!
Tudo é Teu, Tu és meu:
Nada mais quero, senão a Ti, Senhor!

2. Senhor Deus, Amado meu,
Só Tu sacias meu ser, minh’alma!
Bens terrenos – simples migalhas
Que nos caem da Tua farta mesa!…
O dá-me tua Riqueza, / Teu próprio Filho,
E Nele, eu Te ofereço toda a minha vida:
Sair de mim, buscar o gozo Teu, é a glória, a luz!
Tudo é Teu, Tu és meu:
Nada mais quero, senão a Ti, Senhor!

7-BENDITO, SENHOR DEUS

1. Bendito, Senhor Deus, por este pão,
que estamos colocando em vosso altar.
Que seja pão de vida e salvação
e ensine a repartir e a partilhar.

Santíssima Trindade, recebei
os dons do nosso vinho e nosso pão.
Com eles nossas vidas acolhei
no amor do vosso eterno coração.

2. Bendito, Senhor Deus, por este vinho,
Que estamos colocando em vosso altar.
Que seja vida nova no caminho
Do povo que não cansa de esperar.

3. Bendito, Senhor Deus, por nossa vida,
Que estamos colocando em vosso altar.
Dignai-vos, neste gesto de acolhida,
A nossa humanidade recriar.

COMUNHÃO

8- AQUELA ETERNA FONTE

1. Aquela eterna fonte está escondida,
Mas bem sei onde tem sua guarida, /:mesmo de noite…:/
E sua origem não a sei, pois não a tem,
Mas sei que toda origem dela vem, /:mesmo de noite…:/

Em ti eu quero crer, te amar até morrer,
servir-te na alegria e na dor,
pois ao entardecer do meu mortal viver,
serei julgado pelo amor!

2. Sei que não poder haver coisa tão bela,
E que os céus e a terra bebem dela /:mesmo de noite…:/
Eu sei que nela o fundo não se pode achar,
E que ninguém a pode atravessar, /:mesmo de noite…:/

3. Sua claridade nunca é obscurecida,
E sei que toda luz dela é nascida, /:mesmo de noite…:/
Sei que tão caudalosas são suas correntes,
Que céus e infernos regam, e as gentes
/:mesmo de noite..:/

4. E tal corrente que vem desta fonte,
Eu sei-o bem, é poderosa e forte, /:mesmo de noite…:/
Esta corrente que das duas procede,
Eu sei: nenhuma delas a precede, /:mesmo de noite…:/

5. Aquela eterna fonte está escondida,
neste Pão Vivo para dar-nos vida /:mesmo de noite…:/
De lá está chamando as suas criaturas,
Que nela se saciam às escuras, /:mesmo de noite…:/

6. Aquela viva fonte que desejo
No Pão da Vida eu agora a vejo, /:mesmo de noite…:/
A pura fonte que de glória me sacia
Já tem sabor de céu na Eucaristia, /:mesmo de noite…:/

9-SOL DO AMOR, TEU FULGOR ME FASCINA

1. Sol do Amor, teu fulgor me fascina,
Como à águia, sedenta de luz;
Voarei às alturas divinas,
Pequenina, em teus braços, Jesus!

Vem, Senhor, com teu corpo e teu sangue,
tua morada em mim, vem, fazer;
és a vida, sustento, esperança,
alegria que faz meu viver.

2. Com sorriso escondendo a dor,
Abraçando entre rosas a cruz,
Eu anseio salvar multidões,
Por tua graça, que imploro, Jesus!

3. Teu amor que o mundo redime,
Em teu sangue, vertido na Cruz,
Nos atraia, liberte e ilumine,
Nos congregue em teu Reino, Jesus!

4. Com tua mãe que sorriu-me na vida,
Eu te sigo, espalhando, Senhor,
Pelo mundo as rosas colhidas,
No caminho onde brilha o amor!

11-VIVER DE AMOR

1. Viver de Amor: guardar Tua Palavra!
Viver de amor: tua vida respirar!
Tu que te dás inteiro e sem medida,
Divino Sol, meu infinito Mar!
Em tua vida, a minha escondida:
Só teu olhar é meu Viver de Amor!

2. Viver de Amor não é viver na glória
Mas é, Senhor, seguir-Te até a cruz;
Buscar jamais consolo neste mundo,
E transformar a treva em nova luz!…
Se o céu é o bem maior e mais profundo,
Aqui sofrer me faz Viver de Amor!

3. Viver de Amor – saber que tal Tesouro
Trazemos nós em pobres, frágeis mãos…
Argila eu sou, dos anjos bem distante:
Vieste buscar os fracos, não os sãos.
Tua graça em mim me ergue a cada instante,
E eu posso, então, Viver do Teu Amor!

4. Viver de Amor – em meio à tempestade
Conservo a paz, se vais no barco meu:
Podes dormir, não serás acordado,
Esperarei as margens lá do céu…
O amor impele o barco ao outro lado:
Te contemplar será Viver de Amor!

5. Viver de Amor – tolice para o mundo:
“Não cantes mais, tu vives sem razão…”
Perda feliz viver da tua Riqueza,
Prefiro a Ti a mil tesouros vãos…
Quando eu deixar a terra, sem tristeza,
Quero cantar: “Eu morro de Amor!”

6. Morrer de Amor: eis minha esperança!
Morrer de amor: o céu é meu lugar!
És Tu, meu Deus, minha felicidade,
Em teu amor vem logo me abraçar,
E assim feliz, por toda a eternidade,
Serás meu céu e eu viverei de amor.

FINAL

12- Ó PAI SANTO

1. Ó Pai Santo, eu preciso de Ti. (3x)
Sem Ti nada sou, nada sou.

2. Jesus Cristo, eu preciso de Ti. (3x)
Sem Ti nada sou, nada sou.

3. Espírito Santo, eu preciso de Ti. (3x)
Sem Ti nada sou, nada sou.

4. Trindade Santa, eu preciso de Ti. (3x)
Sem Ti nada sou, nada sou.

13- Ó MEU DEUS, TRINDADE QUE ADORO

1. Ó meu Deus, Trindade que adoro.
Ó meu Tudo, minha Beatitude,
Solidão infinita, Imensidade em que me perco.