Visite-nos
Rua Amazonas, 40 Bairro Santa Inês Três Pontas, MG (saiba como chegar)
Contato: (35) 3265-1041
Liturgia diária
Evangelho: São Mateus, Apóstolo e Evangelista. Festa
Santo: São Mateus


Nossa Senhora do Carmo na vida de “Nossa Mãe”

Estamos no belo mês de julho. Para nós Carmelitas é um mês muito especial, pois celebramos Aquela que é a principal Patrona de nossa Ordem: Nossa Senhora do Carmo.

A Solenidade da Bem-aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo é celebrada como a principal entre as festas próprias da Ordem.

Na vida da Serva de Deus “Nossa Mãe”, a Virgem do Carmo sempre se fez presente.

Nossa Mãe nasceu em Borda da Mata – MG, em 24 de dezembro de 1915. Foi batizada na Igreja Matriz dedicada a Nossa Senhora do Carmo, no dia 10 de fevereiro, festa de Santa Escolástica. Essa Igreja hoje é a majestosa Basílica de Nossa Senhora do Carmo da cidade de Borda da Mata. Sua construção teve início em 1827. Posteriormente foi construída a nova Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo, com o lançamento da pedra fundamental no dia 16 de julho de 1951, toda a planta em estilo romano-lombardo. A belíssima imagem de Nossa Senhora que fica no altar mor todo entalhado em madeira de cedro, foi adquirida na Espanha e benta solenemente em 10 de abril de 1921. Quantas vezes a Serva de Deus contemplou essa imagem e rezou diante dela!

Lemos em suas memórias um detalhe importante: “Lembro-me da chegada da imagem de Nossa Senhora do Carmo, da qual Neném e Sarita (suas irmãs) foram madrinhas, e do Cônego Ferraz”.

Outro fato importante na vida da Serva de Deus ocorreu antes de sua entrada no Carmelo. Seu pai estava viajando e sua mãe teve o seguinte sonho que ela mesma relatou a seu marido: “Você estava no Rio e deveria chegar naquela noite. Eu estava dormindo e sonhando com ela na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, de Borda da Mata, onde ela foi batizada. Nisto você entrou no quarto, e logo deu-me um rolo de papel dizendo-me: ‘Encontrei isto na minha poltrona no trem. Fica para você.’ Quando eu desenrolei o embrulho, era uma estampa de Santa Teresinha. Fiquei muito comovida. Você não acha que este sonho, este fato, foi um sinal de Deus, chamando Luiza para o Carmelo, que é a Ordem de Nossa Senhora do Carmo?”

Nossa Senhora do Carmo também acompanhou Nossa Mãe quando chegou em Três Pontas para fundar o Carmelo São José: “A grande imagem de Nossa Senhora do Carmo, da Catedral de Campanha, foi buscar-nos, levada e trazida por Monsenhor Mesquita e o Padre Gustavo. Formou-se um cortejo de carros para a nossa chegada na cidade, na praça da matriz. O carro de Nossa Senhora do Carmo ia à frente.

Em nossa nova casa ficamos encantadas com a capelinha minúscula, mas tudo muito belo, e brilhando de limpeza. Era a festa de Nossa Senhora do Carmo. Que comoção, rezá-la a primeira vez numa casinha pobre como Nazaré!”

Nossa Mãe gostava que a Novena de Nossa Senhora do Carmo fosse preparada e celebrada com muita dignidade. Até hoje, procuramos conservar e aumentar nosso fervor, divulgando a devoção à Nossa Senhora e ao Santo Escapulário.

Que Nossa Senhora nos ajude a sermos firmes nos caminhos do bem, da verdadeira Luz, que é Jesus.

Irmã Maria Elisabeth da Trindade



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *