Visite-nos
Rua Amazonas, 40 Bairro Santa Inês Três Pontas, MG (saiba como chegar)
Contato: (35) 3265-1041
Liturgia diária
Evangelho: 5ª-feira da 33ª Semana do Tempo Comum
Santo: São Clemente I

PRIMEIRO DIA

– A Família –
Laços tecidos pelo próprio Deus-Amor

O Senhor ama a família.
O amor à família era um dos traços vivos da vida da Serva de Deus.
Nasceu num ambiente familiar alegre e feliz. Seus pais, Sr. Francisco Marques da Costa Júnior e sua mãe D. Mariana Resende Costa, constituíram um lar alicerçado no amor. Dessa feliz união nasceram 12 filhos. Maria Luiza, nome de batismo da Serva de Deus, é a quinta filha que veio ao mundo em 24 de dezembro de 1915, na Cidade de Borda da Mata – MG, às oito horas da noite. Teve um grande privilégio preparado pelo Senhor: além de vir ao mundo na noite de Natal, foi batizada na Igreja dedicada a Nossa Senhora do Carmo, a 10 de fevereiro de 1916, dia consagrado no calendário litúrgico a Santa Escolástica, monja beneditina, irmã de São Bento.
Sua infância transcorreu de forma serena, sempre rodeada de muito afeto, tanto dos pais, como dos avós.
Os pais ficavam felizes de verem os filhos brincando tão unidos, mostrando seus talentos para o teatro, música e cantos. Não havia entre eles ciúmes, brigas e rivalidades.
Para que os filhos pudessem estudar, a família mudou-se para Cruzeiro, numa casa maior, com um grande jardim para as crianças.
Maria Luíza iniciou os estudos e a eles dedicou-se, apesar da dificuldade de adaptação no começo. Recebeu uma ótima formação cristã.
Nesse período, alguns fatos que marcaram sua vida, foi a conversão de seu pai, que visitando a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, confessou-se e fez a Primeira Comunhão. E o chamado de Deus para o sacerdócio, ao seu irmão João, futuro Arcebispo de Belo Horizonte.
Entrou para as “Filhas de Maria”, crescendo seu amor a Nossa Senhora, a São José e a Santa Teresinha, através de um livro que havia em casa: História de uma alma.
Participou como membro ativo da Ação Católica em sua Paróquia. Aprendeu bem a língua francesa no colégio, a música e o piano.
Era obediente aos pais.
Enfim, crescia feliz, aquela que Deus preparava para uma grande missão.

Repetir durante o dia:

Meu Jesus, tudo por vosso amor.
(Nossa Mãe)

Para refletir:

Como tenho vivido minha vida em família, em comunidade?
Dedico-me com responsabilidade às minhas obrigações, trabalho, estudo, orações?

Oração final para todos os dias
Hino da Serva de Deus (refrão e 1ª estrofe)