Visite-nos
Rua Amazonas, 40 Bairro Santa Inês Três Pontas, MG (saiba como chegar)
Contato: (35) 3265-1041
Liturgia diária
Evangelho: 3ª-feira da 24ª Semana do Tempo Comum
Santo: São Januário

QUARTO DIA

4º DIA: Amor Fraterno

Leitura: João 13,31-35

O rosto paterno-maternal de Deus é para Teresa fonte que a planifica do amor para com os irmãos e irmãs. Descobrir-se “irmãos” deve ser para nós o grande impulso para superarmos todos os empecilhos que nos separam e dividem, pois na doutrina de Teresa de Lisieux encontramos a convicção de que a autenticidade do nosso amor a Deus se manifesta na qualidade do nosso amor aos outros e esse amor vai se abrindo a horizontes cada vez mais amplos, pois é como uma expansão que parte do amor a Deus.
A confiança e o abandono nas mãos de Deus e o sentir-se por Ele amada são, em Santa Teresinha, um impulso que a levam a querer comunicar a todos a boa-nova da salvação. E isso precisa ser vivido em nossa realidade. Teresa relata, no manuscrito C, dirigido à Madre Maria de Gonzaga,que à medida que foi compreendendo e vivendo o mandamento de amar ao próximo como Jesus nos amou,passou a suportar os defeitos das irmãs, a não estranhar suas fraquezas, a edificar-se com os pequenos atos de virtude, a julgar a todas com benignidade e compreensão, pois é essa a dimensão de comunhão que a vocação à vida consagrada traz em si. E toda esta vida fraterna não acontece sem cruz, sem entrega generosa, abertura e perdão. Por isso é necessário, nas circunstâncias concretas das nossas comunidades, vivermos com realismo espiritual a nova comunhão e fraternidade em Cristo.