Visite-nos
Rua Amazonas, 40 Bairro Santa Inês Três Pontas, MG (saiba como chegar)
Contato: (35) 3265-1041
Liturgia diária
Evangelho: 5ª-feira da 33ª Semana do Tempo Comum
Santo: São Clemente I

TERCEIRO DIA

3º DIA: Chamado Divino: Vocação à santidade

Leitura: IPd1, 13-23

É iniciativa do Senhor, ser chamados a uma vida consagrada. Correspondemos ao convite de Deus, entregamo-nos ao seu amor e realizamos a entrega condicional de nossa vida, com um coração indiviso, ‘’consagrando tudo em suas mãos, o presente e o futuro’’. ‘’Aos que Deus predestinou também os chamou, para serem puros, santos, imaculados pelo amor. ’’ A santidade, eis oque Ele quer de nós como resposta. Santa Teresinha compreendeu esse chamado e desejou corresponde-lo ‘’ A senhora o sabe, minha Madre, eu sempre desejei ser uma Santa. ’’
Na essência do chamado à santidade, se faz necessário ter fidelidade. E ela aprendeu desde cedo que para ser uma grande santa, era preciso ser fiel às pequenas coisas. Sentindo-se fraca ela descobrirá um meio seguro para chegar à santidade, mas nunca se esquecerá de que a graça vem do alto. O meio que descobre é a confiança, abandono em Deus, e pede-lhe que Ele mesmo seja a sua santidade ‘’ desejo ser Santa, mas sinto minha impotência e vos peço, ó Meu Deus, que sejais vós mesmos minha santidade!’’
Santa Teresinha não fica somente nas teorias e sonhos, ela quer ser uma santa em tudo e em todas as circunstâncias. ‘’ Quero santificar as batidas de meu coração, meus pensamentos e as minhas mais simples obras, unindo-as aos seus méritos infinitos. ’’
Ela descobre que será uma santa na medida em que for semelhante a Jesus. Por isso tinha uma atenção maior às palavras do Evangelho, por lhe mostrar os mínimos traços da vida de Jesus ‘’ Deixa em mim a divina impressão de teus traços cheios de doçura e, logo, tornar-me-ei santa’’. Tinha uma condição e estava determinada: ‘’Não quero ser santa pela metade, não tenho medo de sofrer por vós, só temo uma coisa: guardar a minha vontade tome-a, pois escolho tudo o que quiserdes. ’’
Santa Teresinha parte de princípios bem definidos e seguros. Deus quer que todos nós sejamos santos; podemos ser santos em toda a parte e em qualquer circunstância. A santidade deve ser nosso objetivo de vida. Mas, em que consiste a santidade? Eis a resposta de nossa Irmã: ‘’A santidade não consiste em dizer belas coisas, não consiste nem sequer em pensá-las, em senti-las… ’’ Ela quer nos dizer que a santidade está nas menores ocasiões do dia a dia. A verdadeira santidade não se manifesta nas coisas aparentes, em coisas ilusórias e extraordinárias. A santidade está na medida do amor que temos em nossa alma. Em Deus encontramos a fonte da nossa santidade, Ele é a própria santidade. Portanto, todos nós devemos visar à santidade de Deus: ‘’ Pensa que Santa Teresa recebeu mais graças que você? Não lhe direi para visar à santidade seráfica, mas para ser perfeita como seu Pai celeste é perfeito. ’’ Olhemos atentamente cada passo de Nosso Senhor, as suas atitudes, contidas nas palavras do Santo Evangelho, e o imitemos, para de fato sermos Santos!