Visite-nos
Rua Amazonas, 40 Bairro Santa Inês Três Pontas, MG (saiba como chegar)
Contato: (35) 3265-1041


Venerável Padre Victor: amigo da Serva de Deus

Estamos em plena Novena do Venerável Padre Victor, o Anjo Tutelar de Três Pontas.

Nesse tempo de graça que estamos vivendo, nada melhor, do que conhecer um traço marcante da espiritualidade da Nossa Mãe: sua devoção ao Padre Victor.

A Serva de Deus Madre Tereza Margarida – Nossa Mãe, considerava os Santos como seus amigos. Ela dizia: “Eu me sinto amiga de todos os santos do céu. Lá, tenho uma querida família e todos os dias, convido-os a virem comigo. Convido todas as belezas e maravilhas do céu e da terra, todos os Anjos e santos do céu, todas as almas santas da terra, todas as almas do purgatório para louvar comigo a SS. Trindade.”

No ano de 1962, quando a Serva de Deus chegou a Três Pontas para fundar o Carmelo São José, ficou conhecendo a vida desse Padre muito santo e querido do povo. Ouvia falar de suas virtudes, das graças e milagres recebidos por sua intercessão.

Monsenhor Mesquita, Vigário Geral da Diocese, e idealizador do Carmelo São José, logo no início, pediu para as Irmãs Carmelitas fazerem as relíquias e encarregarem-se de receber os relatos de graças alcançadas.

Nossa Mãe foi nutrindo uma grande devoção e amizade, como ela mesma dizia, a esse Sacerdote Santo, nesta querida e amada terra do Padre Victor.

Trazia consigo uma relíquia do Venerável. E foi ela quem fez a primeira Novena publicada e aprovada pelo Bispo da época, Dom Otton Motta.

Após ter recebido, ela mesma, uma graça do Venerável, pediu para introduzir ao lado da Capela, um busto do Padre Victor em sinal e reconhecimento pelo favor recebido.

Os Santos são nossos amigos. Agora, lá do céu, temos esses dois grandes intercessores, Nossa Mãe e Padre Victor, que olham por nós e nos ensinam o caminho da humildade e simplicidade de coração.

Publicamos aqui uma oração inédita, da autoria da Serva de Deus Nossa Mãe, pedindo a beatificação do Venerável Padre Victor.

Irmã Elisabeth

Com ela rezemos:

Ó Mãe e Rainha do nosso Brasil, vós que tendes o coração aberto, a transbordar de ternura, ajudai-nos a trabalhar para colocar no altar o vosso filho e sacerdote amado, o Padre Vitor. Tendes a sua cor e amais com mais carinho os vossos filhos mais sofridos. Enfim, sois Mãe, ó Senhora Aparecida. Amém.

DADOS BIOGRÁFICOS DO VENERÁVEL PADRE VICTOR

BIOGRAFIA

Padre Victor nasceu em Campanha – MG, no dia 12 de abril de 1827 e foi batizado, em 20 de abril do mesmo ano, pelo Padre Antônio Manoel Teixeira. Era filho da escrava Lourença Maria de Jesus. Sua madrinha de Batismo foi a senhora Marianna Bárbara Ferreira.

Dom Antônio Ferreira Viçoso, bispo de Mariana – MG, visitou Campanha – MG no ano de 1848. Victor, então alfaiate, procurou Dom Viçoso na ocasião, manifestando-lhe o desejo de ser padre. O Bispo o recebeu com grande alegria. O jovem dirigiu-se da cidade de Campanha – MG ao Seminário de Mariana – MG, onde foi aceito em 05 de junho de 1849.

O bispo Dom Viçoso o apoiava e muito o estimava, chegando a proclamar as virtudes desse jovem. Ordenado em 14 de junho de 1851, permaneceu em Campanha – MG, como coadjutor, de 17 de agosto de 1851 até 13 de junho de 1852. Veio para Três Pontas – MG, em 14 de junho do mesmo ano, como Vigário Encomendado. Logo que assumiu seus trabalhos na Paróquia, visitava doentes, amparava os inválidos, zelava pela infância desvalida, atendia a população em suas necessidades. A sua dedicação, as suas virtudes o fizeram admirado por todos, pois assumiu a direção da Paróquia, com zelo e carinho, colocando-se, assim, acima de todas as críticas. Procurou catequizar e instruir o seu povo, chegando a criar a escola “Sagrada Família”, com uma organização perfeita. Por ele passaram brasileiros de grande projeção social: Dom João de Almeida Ferrão, primeiro bispo de Campanha – MG; Cônego José Maria Rabello, que foi seu coadjutor em Três Pontas. Padre Victor instruiu muitos filhos de famílias humildes, fazendo deles grandes homens de cultura, que passaram a viver da inteligência, nas mais variadas profissões

Foto: Padre Victor

Padre Victor pregou, pelo exemplo, a fé, a esperança, a fortaleza, a prudência, a justiça, a obediência, a castidade, a temperança, a humildade, o temor a Deus e, sobretudo, a caridade. Amava a Deus na pessoa do seu semelhante, de modo especial nos mais pobres. Os paroquianos, em suas necessidades, recorriam a ele. Era bom, porém enérgico. “Padre Victor vivia de esmolas e dava esmolas”.

Paroquiou Três Pontas – MG, por cinquenta e três (53) anos. Faleceu no dia 23 de setembro de 1905. A notícia abalou a cidade e toda a região, que já o venerava. A população chorou a morte de seu líder, de seu protetor, do mensageiro entre Deus e os homens. Ficou insepulto três dias e, de seu corpo, exalava perfume. Tendo em vista o grande número de pessoas que compareceram ao sepultamento, fez-se necessário fazer uma procissão pelas ruas da cidade, voltando novamente à Matriz – por ele construída – onde foi enterrado.

Padre Francisco de Paula Victor é considerado pelos trêspontanos como o seu “Anjo Tutelar”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *